Bacharéis, Advogados, Psicólogos, Sociólogos, Assistentes Sociais, Pedagogos, Mediadores, Facilitadores, Conciliadores, Assessores Jurídicos de Empresas, Consultores, Profissionais que militam na Justiça Comum, na Justiça Federal, nas Justiças Especiais, Professores de Ensino Básico e Superior, Agentes Penitenciários, e qualquer outro profissional que tenha interesse no novo paradigma de enfrentamento de conflitos.

O objetivo geral do curso é propiciar formação técnica e prática para que pessoas possam propagar não somente as ideias dessa nova cultura de paz, mas que possam ser agentes transformadores da sociedade.

 

Os objetivos específicos do curso são:

a) Produção científica na área da Gestão de Conflitos;

b) Formação teórica de profissionais das mais diversas áreas do conhecimento;

c) Formação prática de profissionais das mais diversas áreas do conhecimento

d) Intercâmbio de ideias (interdisciplinaridade);

e) Atender as demandas cada vez maiores por árbitros e mediadores;

f) Fornecer profissionais capacitados aos CEJUSCs;

e) Formação prática em Justiça Restaurativa (curso de facilitadores);

O curso terá duas modalidades, que demandará indicação por parte do interessado na hora da inscrição:

a) Curso com certificação de especialista;

b) Curso com certificação de especialista + formação como facilitador em Justiça Restaurativa.

Quem aderir ao modelo “b” terá um acréscimo de R$ 450,00 no valor total do curso, pois a formação será ministrada à parte, inclusive podendo ocorrer em dias diversos aos anunciados para os módulos curriculares.

Quem optar pela modalidade “b”, poderá fazer a solicitação da validação da disciplina “Extensão” através da comprovação da conclusão da formação como facilitador, quem optar pela modalidade “a”, devera desenvolver a extensão de outra forma, a ser instruída quando do começo das atividades.

Semanalmente, sextas-feiras: 19h às 22:30, e sábados: 8 às 12h e das 13h às 17h.

 

As aulas são presenciais, porém, considerando o atual cenário de pandemia e as severas alterações de rotina que estão experimentando todos os setores da sociedade, compete às coordenações de cada curso definirem a substituição de conteúdos presenciais por meios alternativos e tecnológicos, isso com base na Portaria nº 544, de 16 de junho de 2020, do Ministério da Educação.

 

Atividades práticas, laboratoriais, visitas técnicas e afins que não puderem ser realizadas por meios tecnológicos e virtuais, serão ministradas posteriormente, de forma presencial, conforme cronograma desenvolvido entre a coordenação do curso e os discentes.

 

Mesmo sendo prática a atividade, a carga teórica poderá ser desmembrada do módulo e antecipada no meio virtual.

Prof. Dra. Patricia Manente Melhem Rosas

prof_patriciamelhem@camporeal.edu.br

 

Clique aqui e acesse o currículo lattes da coordenação.

Mensalidade

Quer Saber Mais?

Cadastre-se para receber as novidades e materiais sobre seu curso!

Selecione um curso
 12 x de R$ 400,00, com os seguintes descontos:
a) 5% para pontualidade
b) 10% para pagamento no cartão*
c) 15% egresso na pontualidade
d) 20% egresso, com pagamento no cartão*
*nesse caso a pós será paga integralmente no cartão, podendo ser parcelada em até 10X.

Acesso à Justiça – 20h

Comunicação não violenta – 20h

Conciliação e Mediação – 20h

Conflitos sociais e minorias – 20h

Constelações familiares – 20h

Educação para a Paz – 20h

Gestão de conflitos familiares – 20h

Hard Skills e Soft Skills – 20h

Justiça Restaurativa Criminal – práticas brasileiras e possibilidades futuras – 20h

Justiça Restaurativa: enfoque histórico – 20h

Mediação Empresarial – 20h

Novas Metodologias de Enfrentamento de Conflitos Escolares – 20h

O novo Código de Processo Civil e o enfrentamento de conflitos – 20h

Psicologia, ambiente de trabalho e conflitos 20h

Redes de Proteção e seu papel na Gestão do Conflito – 20h

Redes Intersetoriais e Políticas Públicas –  20h

Extensão – 40h

As disciplinas devem adotar métodos de ensino em que os alunos tenham participação ativa. Além de aulas expositivas, análise de jurisprudência e estudos de casos, que serão adotados frequentemente.

Profª. Dra. Patricia Manente Melhem Rosas

Possui graduação em Direito pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2002) e mestrado em Direito pela Universidade Federal do Paraná (2008). Doutoranda em Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Coordenadora de grupos de estudos sobre Justiça Restaurativa na Universidade Estadual de Ponta Grossa e na Faculdade Campo Real. Professora na Faculdade Campo Real. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Criminologia e Justiça Restaurativa.

 

Profª Ma.  Jeciane Golinhaki

Mestre pelo programa de pós graduação interdisciplinar em Sociedade e desenvolvimento pela UNESPAR – Campo Mourão. Possui graduação em Direito pela Faculdade Campo Real (2011). Advogada, registrada na Ordem dos Advogados do Brasil (PR). Atua como docente na Faculdade Campo Real, nas disciplinas de Direito Civil – Obrigações, Mediação e arbitragem, Prática Jurídica, Relações do trabalho E para o curso de Administração: Empresarial, Administrativo e Tributário. É facilitadora de procedimentos de conciliação e mediação formada pelo Tribunal de Justiça do Paraná. Supervisora do Centro de Mediação e Arbitragem Empresarial de Guarapuava.

 

Profº João Paulo Falavinha Marcon

Advogado e Consultor Jurídico nas áreas de Direito Civil, Internacional e Arbitragem. Formado pela Unicuritiba e Especialista em Direito Internacional pela mesma Instituição. Especialista em Negócios Internacionais pela Hollmes Institute (Melbourne – Austrália). Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal do Paraná. Doutorando em Direito Civil e Internacional pela UK University (Buenos Aires). Pesquisador do Núcleo de Estudos em Relações Internacionais NEPRI∕UFPR. Membro do NEADI – Núcleo de Estudos em Direito Internacional e Desenvolvimento Sustentável – (PUC/PR). Membro do Grupo de Pesquisas Tributárias – Complexity Economics e Desenvolvimento Sustentável – (PUC/PR). Colaborador do NEMRI – Núcleo de Estudos Multidisciplinar em Relações Internacionais – (FESP/SP). Secretário da Comissão de Direito Internacional da OAB/PR. Ademais, participou de diversos Congressos, Palestras, Seminários e Cursos de Extensão organizados por Universidades e outras Instituições, como ouvinte e palestrante. Parecerista e Revisor na revista eletrônica "Conjuntura Global". Possui vários artigos publicados.

 

Profª Aline Pedrosa Fioravante

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual de Londrina (2003). Especialização em psicoterapia infanto-juvenil na Análise do Comportamento (2004). Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Paraná (2013). Experiência na área de Psicologia, com ênfase em Estados Subjetivos e Emoção, atuando principalmente nos seguintes temas: adolescentes em conflito com a lei, adolescentes, socioeducação, moralidade e políticas públicas. Atuação profissional na Coordenadoria de Capacitação e na Coordenação de Ações Protetivas da Secretaria da Criança e Juventude do Paraná. Foi coordenadora da área da Proteção Social Especial da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social. Atualmente Analista Judiciária da área de Psicologia no Tribunal de Justiça do Paraná atuando no Conselho de Supervisão dos Juízos da Infância e Juventude.

Profª. Ma. Angela Cristina da Silva

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (2008) e mestrado em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná (2012). É especialista em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná e em Psicoterapia Psicanalítica pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Tem experiência em Psicologia Clínica, atuando principalmente nos seguintes temas: psicanálise, aplicações da psicanálise, psicanálise e politicas públicas, psicanálise na universidade. Atualmente, é professora substituta no Curso de Psicologia da Universidade Estadual do Centro-Oeste e cursa doutorado em psicanálise na Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

 

Prof. Esp. Cristiane de Cassia Kramer Maibuk

Possui graduação em Musicoterapia pela Faculdade de Artes do Paraná (2001) , especialização em Educação Especial – Educação Inclusiva pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (2004) e especialização em Arte e Educação pelo Instituto de Estudos Avançados e Pos-Graduação (2006) . Atualmente é Musicoterapeuta da Clínica de Musicoterapia e Vice-presidente Conselho Administrativo da Sociedade de Proteção aos Animais de Guarapuava. Tem experiência na área de Artes , com ênfase em Música.

 

Profª Dra. Dirceia Moreira

Possui graduação em Direito pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1987), mestrado em Direito das Relações Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1997) e doutorado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2004). Atualmente é professora da Universidade Estadual de Ponta Grossa nos cursos de graduação e pós-graduação (mestrado e doutorado).

 

Prof. Dr. Daniel Achutti

Doutor em Ciências Criminais pela PUCRS (2012), com período sanduíche na Universidade de Leuven – Bélgica (2010/2011). Mestre em Ciências Criminais pela PUCRS (2006). Professor Permanente do Mestrado em Direito do Unilasalle (RS). Coordenador e Professor do Curso de Direito (graduação) do Unilasalle (RS). Advogado. Autor do livro "Justiça Restaurativa e Abolicionismo Penal", 2ª ed., ed. Saraiva (2º lugar – Prêmio Jabuti 2015). Conselheiro Penitenciário – Rio Grande do Sul (2014-2017). Membro da Comissão Especial de Mediação e Práticas Restaurativas da OAB/RS. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal e Processual Penal, Criminologia, Justiça Restaurativa e Justiça Criminal.

 

Profª Ma. Glaucia Mayara Niedermeyer Orth

Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (2010), mestre em Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2013) e doutoranda em Ciências Sociais Aplicadas pela mesma Universidade, na linha de "Estado, direitos e políticas públicas". Atualmente é Psicóloga da Secretaria de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa cedida ao CEJUSC. Participa como coordenadora do grupo de estudos em Justiça Restaurativa do programa de pós-graduação em Ciências Sociais Aplicadas da UEPG e é instrutora de curso de capacitação em justiça restaurativa e círculos de construção de paz, pelo Tribunal de Justiça do estado do Paraná e pela Escola da Magistratura do Paraná. Tem interesse nas áreas de justiça restaurativa, direitos humanos, socioeducação, sistema penitenciário, políticas públicas, psicologia social e metodologia de pesquisa.

 

Profª. Ma Jessica Gonçalves

Graduada em Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina com premiação de melhor índice acadêmico (láurea acadêmica – 2011). Aprovada no Exame OAB na décima fase do curso de Direito (2010). Ex Sócia do Escritório Cordova Advogados Associados (2011-2013). Formada pela Escola da Magistratura do Estado de Santa Catarina (módulo I – 2012 e módulo II – 2014). Pós Graduada em Direito Processual Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012). Pós Graduada em Direito Público pela Universidade Regional de Blumenau (2013). Pós Graduada em Direito Aplicado pela Universidade Regional de Blumenau (2014). Aprovada em primeiro lugar geral para o Mestrado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestra em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (ano 2016). Aprovada em terceiro lugar geral para o Doutorado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina. Doutoranda em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina.

 

Profª Ma. Juliana Goulart

Possui graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUC-RS (2003). Tem experiência na área da advocacia, com ênfase em Direito Processual, área em que é especialista pelo CESUSC. Mestranda em Teoria e História do Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente ocupa o cargo de Assistente Jurídica da Procuradoria Geral do Estado de Santa Catarina. Coordenadora do Grupo de Pesquisa Mediação como Política Pública na Universidade Federal de Santa Catarina. Foi uma das revisoras do Manual de Mediação de Conflitos do Conselho Nacional de Justiça (6ª edição/2016). Vencedora do Prêmio Máxima Realização do curso Dale Carnegie Training (Turma 140/2016/Florianópolis).

 

Profª. Dra. Jussara Ayres Bourguignon

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1984), Mestrado em Prática Profissional e Política Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1997) e doutorado em Serviço Social PUC/SP pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Atualmente é membro do Conselho Editorial da Revista Emancipação (UEPG) e professora adjunta da Universidade Estadual de Ponta Grossa junto ao Curso de Serviço Social e ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas, atuando principalmente nos seguintes temas: pesquisa social, prática profissional do Serviço Social, família, interdisciplinaridade e representações sociais.

 

Profª. Ma. Laryssa Angélica Copack Muniz

Possui graduação em DIREITO pela UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA (2000) e mestrado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2004). Atualmente é Juíza de Direito Substituta da Comarca de POnta Grossa – Paraná, juíza coordenadora adjunta do CEJUSC – Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Ponta Grossa. Membro da Comissão Estadual de Justiça Restaurativa do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.

 

Profª Dra. Lenita Krüger Barreto

Psicóloga especialista em Psicologia Clínica e Social.
Psicoterapeuta Sistêmica com formação em Psicodrama, Terapia Corporal e Constelações Familiares.

 

Prof. Dr. Nei Alberto Salles Filho

Professor Adjunto na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG/PR). Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG/PR). Mestre em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba – (Unimep/SP). Pesquisada as temáticas da Teoria da Complexidade e da Cultura de Paz em seus dimensionamentos abrangentes. Coordenador do Núcleo de Estudos e Formação de Professores em Educação para a Paz e Convivências (NEP/UEPG), que integra os estudos de: valores humanos, direitos humanos, conflitologia, ecoformação e vivências/convivências humanas. Docente credenciado ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas (M/D-PPGCSA) da UEPG.Docente no Curso de Licenciatura em Educação Física (UEPG/PR). Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Física Escolar e Formação de Professores (CNPq), do Programa de Pós-Graduação em Educação da UEPG. Pesquisador do grupo Esporte, Lazer e Sociedade (CNPq) ligado ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas da UEPG.

 

Prof. Dr. Phillip Gil França

Pós-doutor (CAPES_PNPD), Doutor e Mestre em Direito do Estado pela PUC/RS, com pesquisas em doutorado sanduíche – CAPES na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Especialista em Direito Administrativo pelo Instituto de Direito Romeu Bacellar. Pós-Graduado em Direito Civil pelo Instituto de Direito Romeu Bacellar. Membro do Instituto dos Advogados do Paraná. Autor dos livros Controle da Administração Pública, 4° Ed. (Saraiva, 2016) e Ato Administrativo e Interesse Público, 3° Ed. (RT, 2016). Tradutor da obra The Principle of Sustainability Transforming Law and Governance de Klaus Bosselmann (RT, 2015). Diretor do Núcleo de Pesquisas Avançadas da Escola da Magistratura do Paraná, Membro do Grupo de Pesquisas de Constituição e Direitos Fundamentais (Cnpq) liderado pelo Professor Doutor Ingo W. Sarlet. Professor de Direito Administrativo e Hermenêutica Jurídica (Mestrado e Graduação) da Universidade de Passo Fundo. Professor da Escola da Magistratura do Paraná. Professor dos cursos de Especialização em Direito IDP (Brasília), Abdconst (Curitiba) e Unibrasil (Curitiba). Vencedor do prêmio Jorge Miranda – TJ/TO de melhor tese de 2014. Árbitro da Câmara de Arbitragem e Mediação da Federação das Indústrias do Estado do Paraná; Membro da Comissão de Estágio e Exame de Ordem da OAB/PR. Advogado e Consultor Jurídico.

 

Profª. Ma. Rafaela Pallamolla

Doutoranda em Ciências Sociais pela PUCRS. Mestre em Ciências Criminais pela PUCRS (2008). Mestre em Criminologia e Execução Penal pela Universidad Autónoma de Barcelona – UAB (2007) e Graduada em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS (2005). Integrante do GPESC – Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas de Segurança e Administração da Justiça Penal, liderado pelo Prof. Dr. Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo e pesquisadora associada ao Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos – INCT-InEAC. Professora do Curso de Direito do Unilasalle-Canoas. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal e Processual Penal, Criminologia, Justiça Restaurativa e Gênero. Vice-Presidente da Comissão Especial de Mediação e Práticas Restaurativas da OAB/RS. Advogada criminalista.

 

Prof. Me.Renan Ferreira

Advogado na Guarda Mirim de Foz do Iguaçu, Practitioner em Programação Neurolinguística, pós-graduado em Direito Constitucional Aplicado, MBA em Serviço Social e Gestão de Projetos Sociais e aluno regular do Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Desenvolvimento da Universidade Federal da Integração Latino-Americana. Atuou como Coordenador do Grupo de Trabalho de Aprendizagem da Rede de Proteção Integral para a Criança e Adolescente da Tríplice Fronteira, foi Secretário Adminstrativo-financeiro do Fórum Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Paraná e Presidente da Comissão do Terceiro Setor da Ordem dos Advogados do Brasil Subseção Foz do Iguaçu. É Conselheiro do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente do Paraná desde 2012, Coordenador da Câmara Técnica do Terceiro Setor do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu, Representante Distrital Área III de Rotaracts Clubs D. 4.640 de Rotary Internacional para gestão 2016-17, e ativista infanto-juvenil.

 

Prof. Me. Rodrigo Fávaro

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Maringá (2006) e Mestrado em Desenvolvimento Comunitário pela UNICENTRO (2015). Funcionário público lotado na SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DO PARANÁ. Tem experiência na docência em Sociologia e Ciência Política, com ênfase em Sociologia Clássica, Sociologia Contemporânea e Políticas Públicas. Já atuou na Educação a Distância como aluno, quando concluiu sua especialização em Gestão Pública (2012), como tutor, e professor.

 

Prof. Me. Rudy Heitor Rosas

Mestre em Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Doutorando em Direito pela Universidade Federal do Paraná. Possui graduação em Direito pela Faculdade Campo Real (2012). Professor da Faculdade Campo Real. Atualmente é advogado – Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Paraná. Coordenador de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Faculdade Campo Real. Coordenador do Grupo de Estudos Justiça Restaurativa e Violência da Faculdade Campo Real, membro do Núcleo de Pesquisas Esporte, Lazer e Sociedade da UEPG, membro do Grupo de Estudos sobre Justiça Restaurativa da UEPG. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Criminologia e Execução Penal, atuando principalmente nos seguintes temas: justiça restaurativa, trabalho prisional, modelos contemporâneos de justiça criminal e representações sociais da violência.

 

Prof. Dr. Vicente de Paula Ataide Jr

Professor de Direito Processual Civil da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Doutor e Mestre em Direito Processual Civil pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Juiz Federal titular da 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais Federais do Paraná (em Curitiba). Também professor de Direito Processual Civil em diversas outras entidades, entre elas a Escola da Magistratura Federal do Paraná, o Instituto Romeu Bacellar e a Faculdade de Pinhais (FAPI-PR). Formador de Magistrados pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (ENFAM). Foi Promotor de Justiça do Ministério Público de Rondônia (1996-2002). Diretor de Assuntos Jurídicos da Associação Paranaense dos Juízes Federais (APAJUFE). Membro do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP). Pesquisa a construção de um novo método para a investigação e a produção do direito processual civil, com base no pragmatismo jurídico. Pesquisa também os impactos do novo Código de Processo Civil brasileiro (2015) no sistema de justiça civil.

 

Profª Ma. Ana Claudia da Silva Abreu

Doutoranda em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Mestre em Direito do Estado pela Universidade Federal do Paraná (2008). Especialista em Ciência Criminais pela UniCuritiba (2006). Graduada em Direito pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2004). Professora de Direito Penal na Faculdade Campo Real. Coordenadora do Grupo de Estudos Gênero, Sexualidade e Direito. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal, atuando principalmente nos seguintes temas: garantismo e (neo)constitucionalismo, políticas criminais contemporâneas, criminologia feminista, gênero e heteronormatividade, sexualidade e teorias queer.

Profª Tassia Teixeira de Freitas Bianco Erbano

Doutoranda em Direito Socioambiental e Sustentabilidade pela PUCPR. Mestre em Direito Econômico e Socioambiental pela PUCPR (2011). Professora Universitária desde 2011. Professora do Curso de Direito da Faculdade Campo Real – Guarapuava-PR (desde 2015). Coordenadora e professora da Pós Graduação em Direito da Faculdade Campo Real (desde 2017). Lecionou Direito Civil na Escola de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, bem como na graduação e Pós Graduação em Direito na Faculdade Cnec Campo Largo -PR, sendo também coordenadora da pós graduação em Direito do Consumidor na mesma instituição. Lecionou em cursos técnicos na Universidade Positivo – PR e na pós-graduação em Contratos Empresariais da FAMEC – PR. Advogada (sócia) no escritório TEIXEIRA DE FREITAS, CARDOSO & KOPYTOWSKI ADVOGADOS ASSOCIADOS. Possui graduação em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2008), com experiência acadêmica em iniciação científica ( Bolsista Fundação Araucária PIBIC – Graduação 2006-2008 e Mestrado 2009-2011 PUCPR), prêmio 1º lugar – XII Mostra de Pesquisa da Pós- Graduação – PUCPR. Áreas de atuação: Direito Civil, Direitos Humanos, Direito do Consumidor e Direito Eletrônico – Tecnologia de Informação e Comunicação .Autora de livro e artigos.

 

Profª Ma. Debora Rocha

Graduada em Arquitetura e Urbanismo [PUCPR], pós-graduações em Políticas Públicas e Ciência Política [UFPR e UFMG], e mestrado em Políticas para a sustentabilidade e o desenvolvimento local [UNIFE – Itália].

Faz parte da comunidade Art of Hosting do Brasil [A Arte de Anfitriar Conversas Significativas] e anfitria grupos de práticas de Comunicação Não Violenta [CNV] junto ao Instituto Nhandecy.
É co-fundadora da Minha Curitiba, uma rede de mobilização de pessoas que utiliza a tecnologia para canalizar a ação de todos os cidadãos que querem ajudar a construir uma cidade mais inclusiva e sustentável, e Mobilizadora de cidades e cidadãos na Sociedade Global, Organização de Sociedade Civil que reúne setores, atores e cidadãos para criarem junto, e promover uma cultura de transformação para o bem-comum.

 

Profª Doutora Adriana Ribeiro Ferreira Rodrigues

Possui graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1997), Especialização em Saúde Coletiva (2000), Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2004), doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina (2015). Atualmente é professora titular das disciplinas de Biologia e Ciências – Secretaria de Estado da Educação no Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa, ocupa o cargo de diretora auxiliar do Colégio Estadual João Ricardo Von Borel du Vernay. Tem experiência na área de ensino fundamental, médio e superior, com ênfase em Ciências Biológicas, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de Ciências e Biologia, formação de professores, educação ambiental, sexualidade, gênero e diversidade sexual, práticas circulares e escola restaurativa.

Fotocópia da certidão de nascimento ou casamento;
Fotocópia da cédula de identidade;
Fotocópia do CPF;
Fotocópia autenticada do diploma de curso de graduação;
Fotocópia do comprovante de residência;
Histórico da graduação;
Fotocópia do comprovante de residência;
1 foto 3×4.